O QUE ACONTECE COM A PELE NO INVERNO?
Se você tem problemas de pele seca no inverno, não está sozinho!

Embora possa ser em qualquer estação do ano, a pele tende a ficar mais seca no inverno devido às baixas temperaturas.

Além disso, a falta de umidade no ar pode ressecar e descamar a pele.

Nós encorajamos hidratação regular da barreira da pele, a fim de reter os nutrientes essenciais para uma nutrida.

Aperfeiçoar sua rotina de cuidados
No tempo frio é muito importante cuidar bem da pele.

Para uma pele hidratada em todas as circunstâncias, recomendamos o uso de tratamentos formulados com ingredientes como óleo de abacate, óleo de coco e manteiga de karité.

Esses ingredientes, presentes em muitos de nossos produtos, são conhecidos por suas propriedades hidratantes e antioxidantes.

Graças à hidratação contínua proporcionada por estes ingredientes, a pele fica nutrida, macia e saudável.

USE CREME HIDRATANTE PARA ROSTO DIARIAMENTE

Hidratar o rosto é essencial para manter a pele lisa e macia, especialmente no tempo frio.

Para evitar problemas de pele seca, recomendamos o uso de um hidratante que permanece ativo ao longo do dia.

Para isso, experimente o nosso creme  facial 24 horas, que nutre e suaviza a pele.

Este hidratante, formulado com esqualano e glicoproteína gelada, deixa a pele mais macia, lisa e saudável, mesmo em condições extremas.

CUIDE DE SUAS MÃOS

Existem várias formas eficazes de hidratar as mãos no inverno, mas recomendamos o uso de um creme para as mãos que as nutre e protege ao longo do dia.

Nosso poderoso creme para as  mãos, formulado com óleo de abacate, cuida e suaviza até as mãos mais secas.

CUIDE DE SEUS LÁBIOS, ELES MERECEM!

Para evitar o ressecamento dos lábios no inverno, é importante mantê-los bem hidratados.

O frio tende a ressecar os lábios e muitos de nós temos o mau hábito de mordê-los, o que só piora a situação.

Experimente nosso bálsamo para  lábios à base de óleo de coco e manteiga de limão para lábios mais macios, macios e hidratados.

Para uma hidratação ainda maior durante a noite, aplique nossa máscara  labial antes de ir dormir para ter lábios macios ao acordar.

Leia também: O estimulante de cuidado da pele chamado Hialu Plus Funciona?

HIDRATE SEU CORPO COM UM TRATAMENTO DE MANTEIGA DE SHEA.

A mudança de clima no inverno pode secar muito a pele.

A manteiga de karité é um ingrediente natural conhecido por suas propriedades hidratantes e por sua capacidade de suavizar e melhorar a aparência da pele seca.

Nosso creme corporal batido  enriquecido com manteiga de karité, manteiga de jojoba, leite de soja e mel será, portanto, seu aliado perfeito.

PROTETOR SOLAR O ANO TODO

Lembre-se de aplicar protetor solar, mesmo em climas frios!

Acreditamos que o uso regular de proteção solar de amplo espectro deve fazer parte da sua rotina de cuidados com a pele, uma vez que protege sua pele dos raios UVA e UVB.

Você pode usar um  protetor solar  especial para o rosto ou um hidratante com protetor solar.

Se quiser veja também o vídeo que separamos para você sobre o assunto de cuidado de pele:

BEBA ÁGUA

Para uma pele hidratada e saudável no inverno, certifique-se de beber uma quantidade suficiente de água todos os dias.

Para hidratar a pele seca, é tão importante beber água no inverno como no verão.

Pode até ser melhor beber um pouco mais de água em dias frios para compensar a falta de umidade do ar.

Apesar das baixas temperaturas, seu corpo perde entre 2 e 3 litros de água todos os dias.

Portanto, recomendamos fortemente que você reabasteça o dia todo!

É POSSÍVEL REDUZIR ESTRIAS E CELULITE COM VENTOSATERAPIA?

As celulites e estrias fazem parte da nossa vida. Mais do que gostamos de imaginar. Estão presentes, principalmente, na região das pernas, glúteos, cintura e braços. Mas ainda são comuns também na região da barriga e costas. A dúvida que fica é: É possível reduzir estrias e celulite com ventosaterapia? Para tirar a sua dúvida, vamos te mostrar, nesse artigo, como a ventosaterapia pode te ajudar. Confira:

COMO SURGEM AS ESTRIAS
As estrias surgem na pele após a ruptura das fibras elásticas, formadas por colágeno e elastina. Essas duas proteínas estão presentes no tecido conjuntivo e são responsáveis pela elasticidade e firmeza da pele. Normalmente, as estrias aparecem na fase de crescimento, gravidez ou quando ocorre o efeito sanfona – alteração rápida de peso. Ou seja, as rupturas das fibras acontecem quando a pele sofre estiramento rápido e não consegue moldar-se à nova forma.

Saiba mais: Estrifree benefícios

COMO SURGE A CELULITE
A celulite é a inflamação das células de gordura presentes na pele, e aparecem pela alteração no tecido gorduroso causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células que não são drenadas pelo corpo e ficam acumuladas na corrente sanguínea. Essas toxinas deixam o sangue com uma consistência grossa, dificultando sua circulação, comprimindo as células nervosas e afetando o tecido subcutâneo.

Como uma resposta natural a esse processo, o corpo identifica que está ocorrendo uma ação inflamatória e eleva a produção de colágeno para reprimir a inflamação. O excesso de colágeno, adicionada a falta de circulação e o sangue viscoso, resulta na formação das ondulações e nódulos, aqueles furinhos na pele.

Como surge celulite
fonte: https://cetaphil.com.sg

Tanto a celulite quanto as estrias apresentam influência genético-familiar, mas alguns fatores podem agravar o processo, como o aumento de peso, tabagismo, sedentarismo, estresse, alterações hormonais, consumo excessivo de sal, refrigerantes, bebidas alcoólicas e açúcar. Por fatores hormonais, em média, as mulheres tem entre 6 e 11% a mais de gordura corpórea do que os homens. Ou seja, as mulheres têm mais predisposição ao surgimento das estrias e celulites. Porém, os homens também podem sofrer com os furinhos e linhas indesejadas.

COMO A VENTOSATERAPIA REDUZ ESTRIAS E CELULITES?
A ventosaterapia é indicada tanto para fins terapêuticos quanto estéticos e no tratamento e redução de gordura localizada, celulite e estria. Tradicional técnica da medicina chinesa, o método funciona a partir da sucção da pele e dos músculos para dentro do copo de ventosa.

Na redução das celulites, essa sucção promove a limpeza do corpo, melhora do sistema circulatório, expulsa os resíduos metabólicos e a toxinas não eliminadas pelo organismo. A ventosaterapia é responsável por elevar o fluxo sanguíneo, tratar a inflamação e desorganizar as células adiposas. Assim, facilita a sua eliminação e reorganiza as fibras colágenas, os nódulos fibrosos que caracterizam a celulite.

O método também estimula a transformação da gordura local em glicerol, substância absorvida pela circulação e eliminada do organismo, restaurando a qualidade do tecido cutâneo.

Para a redução das estrias, massagens com os copos são realizadas. Essas massagens conseguem atingir a camada mais profunda da pele e são capazes de alterar a circulação sanguínea local. É dessa forma que a elasticidade da pele é recuperada.

Mas, lembre-se! Como em qualquer processo estético, milagres não existem!

Para que o tratamento surta efeito, é necessário um número mínimo de sessões, que variam em cada caso e é determinada por um especialista após uma avaliação prévia.

Outro ponto que é de extrema importância para o sucesso do tratamento é a manutenção de uma rotina saudável, com alimentação equilibrada e prática de atividades físicas regulares.

Para potencializar os efeitos da ventosaterapia outras técnicas podem ser realizadas em conjunto, como a acupuntura estética corporal, a drenagem linfática manual e o pilates. Alinhando todos esses pontos, será muito mais fácil alcançar seu objetivo.

A Ventosaterapia em Natal-RN, para reduzir celulite e estrias, pode ser encontrada na Movimente Espaço Terapêutico, um centro altamente qualificado voltado para a reabilitação, procedimentos estéticos, saúde e bem-estar .

E não se esqueça: o mais importante é você se sentir bem com seu corpo e ter saúde. Nos acompanhe no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades.

Resenha: Óleo Corporal Séve -Amêndoa e Cereja da Natura

Oi Amores!!

hoje trago uma resenha de um óleo maravilho.
O Óleo Corporal da Linha Séve da natura.
Ele leva dos componentes que adoro a Amêndoa e Cereja.
acho que é a primeira vez que uso um Óleo que contenha Cereja, e estou amando!
Ele não é um Óleo comum ele é um óleo
de banho, não tem coisa mais gostosa que já sair com a pele hidratada do banho!

Com Óleo de amêndoas na sua formulação e fragrância envolvente, séve Amêndoas e cereja oferecem um toque especial à sua pele.
Sua Textura Exclusiva promove a intimidade como corpo, fazendo aflorar beleza e feminilidade, deixando a pele macia e hidratada por até 24 horas. Palavras do fabricante.

O produto tem uma embalagem bonita e moderna de Cor Vermelho Bordo com detalhes dourados. Contém 200ml.

Ele tem um perfume doce característico da amêndoa com o toque perspetivável da cereja.

Minha opinião

Leia também: Óleo de Argan preço

Eu amo Óleos e hidratantes com enxágue e costumo usar eu gostei muito do produto, ele promete uma hidratação de 24 horas, O que é verdade sua pele fica super hidratada e macia ao toque, eu me apaixonei pela embalagem principalmente pela cor bordo que acho super chique!
O preço é bem salgado R$ 74,50 na loja online da natura.
mais eu compre em uma super promoção 2 por 70 reais
serio foi muita sorte! cada um saiu por 35. foi com a minha revendedora,
uma observação eu achei que a duração do perfume muito pouca não dura muito eu digo isso porque já usei outros, mais tirando isso ele é muito bom principalmente na hidratação que é mais importante!

Quer cuidar da sua pele sem gastar muito? Que tal experimentar algumas máscaras faciais caseiras?

Alguns alimentos do nosso dia-a-dia, além de saudáveis, também podem ter outra função quando se trata de beleza: eles podem ser cosméticos funcionais e ajudarem a melhorar a aparência e a hidratação da pele. Algumas frutas, por exemplo, são capazes de retardar o envelhecimento da pele. Já é possível cuidar da pele de forma mais natural com produtos que são muito eficazes à base de frutas e também argilas.

Em todas as receitas é ideal sempre fazer com o rosto limpo, para que os nutrientes penetrem com mais facilidade na pele.

Máscaras Antirrugas
Máscaras Faciais Caseiras
Máscara de Beterraba: A vitamina C — encontrada abundantemente na beterraba — tem participação ativa no colágeno, proteína que garante sustentação à pele. Quando há afastamento das fibras do tecido, o colágeno ajuda a preencher esse espaço, combatendo a flacidez e o aparecimento de estrias. A mesma vitamina C tem comprovada ação antioxidante, neutralizando radicais livres e evitando que eles ataquem o organismo. O resultado é a prevenção do envelhecimento precoce.

Use metade de uma beterraba crua e ralada, bata no liquidificador com uma xícara de água, engrossando com aveia em flocos. Aplique por 20 minutos na pele, retirando em seguida com bastante água.

Máscaras Faciais Caseiras
Máscara de Abacate: O abacate é uma ótima opção para quem quer manter a pele sempre jovem sem gastar fortunas com cosméticos. Isto porque a fruta é rica em vitaminas A e E, componentes que estimulam o colágeno e conferem um aspecto saudável à pele. Rico em antioxidantes, uma boa máscara com o abacate ajuda a suavizar linhas de expressão, pés de galinha e outras marcas do envelhecimento.

Corte a polpa do abacate em pedaços, amasse bem e misture com soro fisiológico até formar um creme homogêneo. Aplique no rosto e deixe agir por 20 minutos. Em seguida, enxágue bem com água morna.

Leia também: Máscara Preta benefícios

Máscara de Mamão com Iogurte. Rico em vitaminas A e C, o mamão combate marcas do tempo e hidrata a pele. Devido às propriedades nutritivas do mamão, seja ele do tipo papaia ou formosa, a máscara da fruta ainda aumenta a elasticidade, firmeza e maciez da pele. Com função adstringente, também reduz o aparecimento de acne. Rica em papaína, ajuda a manter a pele macia e funciona como um peeling mais leve.

Misture em uma vasilha: Uma colher da polpa de mamão, uma colher de sopa de iogurte e uma colher de sobremesa de aveia em flocos. O ideal é aplicar uma a duas vezes por semana, deixando agir por 20 minutos e retirando em seguida com bastante água. A pele fica super macia.

Máscaras Faciais Caseiras
Máscara de Coco Verde: O coco possui ácidos graxos que nutrem a pele, além de ser fonte de vitaminas e minerais que ajudam na revitalização da cútis. Além desses benefícios, a aplicação da máscara caseira garante refrescância, recuperação de energia e proteção contra as variações do tempo. O coco também tem o poder de deixar a pele mais firme.

Bata a polpa e água (pouca quantidade) de um coco verde no liquidificador, até a mistura adquirir a consistência de creme. Aplique a máscara caseira na pele utilizando um pincel e deixe agir por 10 minutos. Enxágue bem.

Máscara para Pele com Manchas
Máscaras Faciais Caseiras
Máscara de Mel e Amêndoas: A substância pegajosa retirada das colméias tem propriedades anti-sépticas e umectantes (retenção de oleosidade), que o tornam um produto que ajuda na beleza natural. A sabedoria popular oferece diversos remédios diferentes que usam o mel para o tratamento de manchas da pele.

Misture uma colher de sobremesa de mel, uma colher de sopa de óleo de amêndoas doce, um pouquinho de chá de alecrim (ou pode usar vinagre de maça) e argila verde (quantidade suficiente para dar uma boa consistência à mistura). Bata todos os ingredientes e aplique sobre a pele. Deixe agir por 20 minutos e enxague com água corrente.

Máscara para Pele Oleosa
Máscaras Faciais Caseiras
Máscara de Kiwi e Argila Verde: As vitaminas e os ácidos orgânicos encontrados no kiwi são muito úteis para a pele do rosto. As máscaras faciais feitas com esta fruta funcionam como um tônico com efeitos terapêuticos e ajudam a eliminar as impurezas e a oleosidade. A argila verde é absorvente, desintoxicante, remineralizante, revitalizante, regeneradora, anti-séptica, bactericida, cicatrizante e esfoliante. Elimina toxinas e impurezas e favorece a renovação celular. É recomendada para peles normais e oleosas por ser muito eficaz a absorver o excesso de sebo.

Descasque com cuidado o kiwi e faça um purê com ele. Em seguida, basta adicionar duas colheres de sopa de água mineral e argila verde. Mexa bem para incorporar os ingredientes. Em seguida, espalhe esta máscara em seu rosto fazendo movimentos circulares para que os nutrientes atuem sobre a pele. Faça esses movimentos por um minuto e deixe a máscara repousar por cerca de 10 minutos e remova suavemente.

Máscara para Pele com Acne
Máscaras Faciais Caseiras
Máscara de mel, canela e óleo essencial de Melaleuca (tea tree): O mel é altamente benéfico para a pele propensa a acne por suas propriedades anti-sépticas e antibacterianas. Sua natureza anti-inflamatória também ajuda a reduzir a vermelhidão e inflamação causada pela acne e espinhas. É melhor usar mel orgânico. A canela tem propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias. O óleo essencial de tea tree (melaleuca) é um dos óleos essenciais mais eficazes para o tratamento do acne (se ainda não conhece o poder dos óleos essenciais, conheça). Ele tem propriedades anti-microbianas impressionantes agindo em vírus, bactérias e fungos. Conhecido como o “detox natural”, tem muitos usos semelhantes e é eficaz para outras condições de pele, como feridas infectadas, verrugas, pé de atleta, caspa, bolhas e acnes em pele oleosa.

Em uma tigela, coloque uma colher de sopa de canela em pó, com uma colher de sopa de mel e 2 gotas de óleo de melaleuca. Misture bem. Se ficar muito grosso, acrescente mais um pouco de mel até formar uma pastinha. Espalhe a mistura pelo rosto todo. Aguarde 20 minutos e enxágue com água morna, e seque com uma toalha de papel.

Benefícios das gelatinas na reposição de colágeno no organismo

As gelatinas “em pó” beneficiam cada vez mais a saúde humana. Segundo o professor do Departamento de Alimentos e Nutrição da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, Jaime Farfan, o uso da gelatina como ingrediente ou como sobremesa tem contribuído para fortalecer unhas, cabelos e hidratar a pele, dando-lhe maior resistência, mais espessura, crescimento e brilho.

PUBLICIDADE
“Sendo um produto extraído do colágeno, especialmente do colágeno bovino, a gelatina contém uma série de fragmentos de proteínas que quando absorvidas pelo intestino são parcialmente digeridas e fornecem aminoácidos, fundamentais para a manutenção de ossos e a reconstituição ou regeneração de algumas articulações”, explica Farfan.

Um organismo saudável necessita de colágeno para a manutenção do tônus muscular e de uma pele firme, com uma reposição diária de aproximadamente 1g por quilo de peso corporal. Pesquisas mostram que, por volta dos 25 anos, o organismo começa a diminuir a produção de colágeno em contraposição à necessidade constante dessa importante molécula no processo de rejuvenescimento e reparação celular.

Aos 50 anos, o corpo só produz em média 35% do colágeno necessário. Supõe-se que esta seja uma das principais causas do envelhecimento. Com a diminuição do colágeno, os músculos ficam flácidos, diminui a densidade dos ossos, as articulações e ligamentos perdem a elasticidade e a força, a cartilagem que envolve as articulações fica frágil e porosa, com aspecto de almofada. Os cabelos perdem o viço, pois diminui a espessura do fio capilar. Alguns órgãos podem sofrer deslocamento e apresentar mau funcionamento. A pele fica mais fraca, desidratada e sem elasticidade, culminando em flacidez e no aparecimento de estrias; o ganho de reserva lipídica é mais acentuado.

Para Farfan, uma boa alimentação é uma das melhores formas de prevenir doenças, o que decorreria de situações não extremas, ou seja, tudo o que deixa um individuo melhor, que dá resistência ao organismo. “Repomos o colágeno em nosso organismo por meio da alimentação. Os alimentos de origem animal, tais como carnes, são boas fontes de colágeno, principalmente se tratando das carnes vermelhas. Entretanto, para adquirirmos a quantidade ideal que nosso organismo necessita, por meio da alimentação convencional seria impossível”, afirma.

PUBLICIDADE
A indústria alimentícia vem desenvolvendo produtos como colágeno em pó ou colágeno liofilizado. Por meio da ingestão de suplementos alimentares desta natureza o nosso organismo obtém de maneira significativa e eficaz os benefícios do colágeno.

Leia também: Nutren Beauty

O colágeno em pó permite que o nosso organismo mantenha uma quantidade de massa muscular adequada, ajudando o organismo a utilizar eficientemente suas reservas lipídicas e de açúcar. Além disso, o colágeno em pó é um eficiente aliado contra processos de flacidez tecidual e quando aliado a atividade física torna-se uma excelente fonte proteica capaz que sintetizar massa magra , mantendo assim o aspecto jovial do nosso corpo.

“A absorção e ação do colágeno em pó ocorre nos primeiros momentos da ingestão, pois o produto é facilmente absorvido, por ser pré-digerido, caindo diretamente na corrente sanguínea assim que ingerido, beneficiando todo o organismo, funcionando ainda como reserva orgânica no processo de regeneração e revitalização” observa Farfan.

A ciência moderna define a gelatina como uma proteína purificada, de origem animal, isolada através de hidrólise parcial das proteínas do colágeno, encontradas naturalmente. O colágeno é uma proteína estrutural básica e representa cerca de 33% do total de proteínas dos mamíferos. É um componente essencial dos tecidos e sistema esquelético.

Leia também: Skin renov é bom

A gelatina contém 18 aminoácidos. O organismo humano necessita de 10 dos chamados aminoácidos essenciais, que são consumidos através dos alimentos. Gelatina contém 9 destes aminoácidos essenciais em uma proteína alimentícia de fácil digestão e utilização. O aminoácido triptofano não está presente na gelatina; entretanto, isto não é muito significativo, uma vez que este aminoácido é encontrado em quantidades adequadas em outros alimentos da dieta.

De acordo com Farfan, a gelatina é um alimento puro e é composta por cerca de 84% de proteínas, 2% de sais minerais e água. É livre de carboidratos e gorduras, assim como de colesterol ou purinas. Também não contém qualquer tipo de aditivo em sua constituição.

“A mais importante propriedade da gelatina é sua capacidade de formar um gel termo-reversível, a partir de soluções com amplos limites de concentração, isto é, podemos converter uma solução para a forma sólida e reconvertê-la para a forma líquida, por meio de aquecimento. Por esta razão, é um agente de ligação ideal e encontra usos nas mais variadas aplicações, como: sobremesas de gelatinas, gomas de gelatinas, “marshmallows”, caramelos, doces, iogurtes, mousses, queijos cremosos, “aspics” e muitos mais. Gelatina é também importante em aplicações farmacêuticas e fotográficas”, acrescenta o professor.

Segundo o professor, como a gelatina é uma fonte de nutrientes que são úteis para a manutenção da boa saúde e de ossos, cartilagens, tendões e inclusive da própria pele, é recomendado que nos mantenhamos uma ingestão constante dessas proteínas ‘colagenosas’. “Esse processo de reposição celular da pele pela ingestão de colágeno é bastante complicado e, agora que está começando a entender o que ocorre nas articulações da pele”, conclui.

Tudo que você precisa saber para plantar babosa orgânica

Ao cultivar babosa você terá sempre à disposição um produto com potencial cosmético, ornamental e medicinal.

Você já deve ter ouvido falar da babosa, de tão popular que essa planta é. Existe diversas espécies de babosas, mas a mais conhecida é a Aloe vera, uma planta suculenta, de origem africana.

A babosa tem muitas utilidades. É usada para cosméticos, como planta ornamental, como alimento (a partir de suco e chá de Aloe vera) e medicinal. É muito comum hidratação com babosa da pele e dos cabelos, é bactericida, tem ação cicatrizante, analgésica e anti-inflamatória. Pode ser usada também como planta purificadora de ar.

De acordo com o especialista em agricultura orgânica Thiago Tadeu Campos, a babosa pode ser cultivada de diversas maneiras, em vaso, em canteiros, e é uma planta que você ainda pode cultivar dentro de casa. Observe as dicas que daremos sobre o clima, a luminosidade, o solo e cultivo adequados, para que você comece a plantar no cantinho que você tem disponível.

Clima
A babosa é de regiões com clima equatorial, subtropical, tropical, por isso ela prefere locais mais quentes. Ela é bem rústica, então tolera variações bruscas de temperatura, mas morre quando em temperatura abaixo de 4ºC.

Luminosidade e solo

Foto: iStock by GettyImages
A babosa é uma planta que gosta de sol. Ela precisa de muita luz solar direta, por pelo menos 8h por dia, mas pode ser cultivada sob meia-sombra também. O solo deve ser bem drenado, pois a babosa não tolera encharcamento, e leve. Podem ser solos arenosos ou argilosos.

Cultivo e formas de cultivo
Como a babosa é uma planta rústica, não exige muitos cuidados. É só observar alguns passos e garantir um plantio saudável. Você pode plantar a babosa em vaso ou em canteiros em uma horta orgânica.

Leia também: Babosa para o cabelo

O vaso pode ser médio ou grande, com no mínimo 20 cm de diâmetro, com furos no fundo para não acumular água. A babosa também pode ser plantada em grupos, em canteiros, desde que respeitado o espaçamento.

Espaçamento
O espaçamento ideal para babosa é de 1m x 1m, para quem não tem grandes áreas e mesmo assim preferir plantar em grupos.

Adubação
Faça uma adubação orgânica que contenha bastante fósforo. Você pode utilizar na composição do seu adubo borra de café, por exemplo, que contém esse mineral.

Irrigação
A babosa pode ser regada com pouca frequência. Uma vez por semana é o ideal. Antes de realizar as regas, observe se o solo não está úmido. Se estiver úmido, não regue.

Propagação
Para cultivar a babosa orgânica, é preciso escolher o modo de fazer o plantio. As opções são usar uma folha ou usar um broto.

Ao usar a folha, você precisa cortá-la de uma babosa de boa qualidade, cortar a base da folha, esperar alguns dias (que pode levar até duas semanas) até ela criar um filme sobre a parte cortada, e finalmente plantá-la, pelo menos 1/3 dentro do solo. A folha que você escolher deve ter cerca de 8 cm.

Ao escolher plantar o broto, você deve separá-lo ou cortá-lo da babosa. Eles ficam na base da planta, tem suas próprias raízes, porém estão unidos a planta mãe. Você deve separar ou cortar o broto da planta, e, caso tenha que cortar, espere cicatrizar. Depois, é só plantar.

Nunca deixe as folhas da babosa entrar em contato com a terra, pois ela poderá apodrecer. Você pode colocar uma camada de material como seixos acima do solo para evitar isso.

Poda e colheita

Foto: iStock by GettyImages
Faça as podas das folhas que estiverem secando ou quando quiser diminuir a quantidade de mudas. Já para fazer a colheita, corte as folhas que estão mais afastadas da base da babosa. As folhas podem ser colhidas quando a planta tiver novos brotos, na primeira vez, e depois sempre antes da estação chuvosa. Cada planta dá em torno de 30 folhas.

CUIDADO COM AS COMPLICAÇÕES DAS VARIZES

Varizes são veias dilatadas, tortuosas e alongadas e, quando se instala a doença, o sangue dentro delas passa a não circular adequadamente, porque há um regime de alta pressão que dificulta o retorno e subida do mesmo de volta ao coração, e isto vai se propagando para as outras veias que ainda não estão comprometidas.

Deve ser entendido que este processo é lento , mas progressivo. A isso denominamos “estase venosa crônica”. As manifestações ou complicações das varizes vão depender do grau de comprometimento e se existe doenças nas safenas ou não.
Vale lembrar que nós temos duas safenas em cada perna: a magna (a maior) e a parva(a menor). A médio e longo prazo, os tecidos adjacentes vão sendo afetados e traumatizados, principalmente pele e tecido gorduroso, e em últimas instâncias, a circulação linfática.

Leia também: Varicell bula

No início, surgem dores em peso e inchaço nas pernas, à tarde principalmente. A estase venosa, quando evolui de grau leve para moderado, provoca piora desses sintomas.Manchas escuras surgem acompanhadas de prurido, crises de eczemas, processos alérgicos e celulites crônicas (inflamação do tecido gorduroso).

Com isso, a pele vai se tornando cada vez mais delgada e sensível, com microulcerações que facilitam a entrada de bactérias causadoras de erisipelas recorrentes.A partir desse estágio, sobrevêm as complicações graves, pois as erisipelas provocam as linfagites e o comprometimento dos vasos linfáticos traz o linfedema, causando deformidades (inchaco tipo”Pata de Elefante”) e cicatrizes. Além disso surgem os episódios de tromboflebites: Trombose dentro das varizes que causam inflamação no local com dor, vermelhidão e “febre local”.

Em últimas instâncias, podem surgir úlceras varicosas (feridas nas pernas de difícil cicatrização). Há pacientes que passam a vida toda com úlceras varicosas, indo e vindo dos consultórios vasculares sem obter melhora. Milhares de pessoas no Brasil apresentam estágios avançado de complicações das varizes, se tornando incapacitados para o trabalho, inúteis à sociedade com enorme prejuízo, pois, a além de não produzirem, provocam expressivos gastos com remédios, pomadas e curativos diários anos a fio.

É nesse ponto é que é fundamental que a população tenha esclarecimento sobre a doença e aprenda a fazer prevenção médica, pois, se forem submetidos ao tratamento cirúrgico para extração das varizes, passarão a ter uma nova oportunidade de integração na sociedade, se recapacitando ao trabalho, voltando a serem úteis e importantes às suas famílias.

Colágeno: entenda para que serve, benefícios e se faz mal

Colágeno é conhecido como suplemento embelezador, mas será que funciona mesmo?

O colágeno é a proteína mais abundante no reino animal, incluindo o corpo humano. Devido à sua importância para a manutenção da saúde, há muitos cremes e suplementos de colágeno em pó que prometem fazer bem para a saúde. Mas será que esse tipo de colágeno faz bem mesmo? Para entender melhor esse tema, o que é colágeno, para que serve o colágeno, quais alimentos são ricos em colágeno, quais os benefícios do colágeno e como tomar colágeno, continue a leitura:

Para que serve o colágeno
Existem mais de 16 tipos de colágeno, mas 80 a 90% do colágeno presente no corpo é composto pelos tipos I, II e III. O colágeno do tipo I está presente na pele, nos tendões, ossos, ligamentos, dentes e tecidos intersticiais. O colágeno do tipo II está presente na cartilagem e no humor vítreo (parte importante do olho). O colágeno do tipo III está presente na pele, nos músculos e nos vasos sanguíneos. Estes são apenas três dos 16 tipos de colágeno e por aí você já pode ter uma ideia de para que ele serve: nos manter vivos!

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Em resumo, o colágeno está presente no corpo inteiro e é uma proteína essencial para a manutenção da vida. Entretanto, a maior fama do colágeno é em relação à beleza, uma vez que ele ajuda a manter a elasticidade da pele, fortalecimento de unhas e cabelos.

Como obter colágeno
Para obter colágeno não é necessário ingerir suplementos de colágeno em pó nem cremes à base de colágeno, pois ele se forma naturalmente no corpo por meio da alimentação adequada.

Alimentos que estimulam a produção de colágeno

Todo colágeno é produzido a partir da combinação de dois aminoácidos: a glicina e a prolina. Mas para essa produção acontecer o organismo também precisa de vitamina C. Então a chave da questão para produzir colágeno naturalmente é consumir alimentos ricos nessas substâncias.

Para obter a vitamina C, você pode consumir frutas cítricas como limão, laranja, kiwi, pimentão, morango, entre outras.

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Para obter a prolina, é importante consumir alimentos como feijão, ervilha, cogumelos, alho, cebola roxa, beterraba, berinjela, cenoura, castanha-de-caju, castanha-do-pará, amêndoas, amendoim, nozes, repolho, avelã, entre outras.

A glicina é muito presente em alimentos como lentilha, grão de bico, amaranto, arroz integral, quinoa, couve, brócolis, soja, sementes de abóbora, algas marinhas, entre outros.

Alimentos que prejudicam a produção de colágeno

Para manter uma boa produção de colágeno, não basta consumir alimentos saudáveis. É preciso evitar o consumo de alimentos e outras substâncias nocivas à saúde do organismo como as drogas, incluindo excesso de medicamentos, álcool, cigarros, entre outras.

Dentre os alimentos que prejudicam a produção natural de colágeno estão, principalmente, o açúcar e os carboidratos refinados como arroz branco, bolos, tortas, pizza, carnes processadas e alimentos fast-food. Conheça alternativas naturais para substituir açúcar e adoçante.

O excesso de sol na pele também evita a produção de colágeno. Então é bom evitar tomar muito sol. Mas não se esqueça, um pouquinho é sempre bom (por causa da produção de vitamina D).

Alguns distúrbios autoimunes, como o lúpus, também podem danificar o colágeno.

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Colágeno hidrolisado

O colágeno hidrolisado é um suplemento de colágeno encontrado em pó ou em cápsula. Ele é feito a partir de restos de ossos e cartilagem bovina.

Com um estilo de vida saudável, livre de cigarros, álcool em excesso e outras substâncias nocivas ao organismo, é possível produzir colágeno naturalmente. Entretanto, algumas pessoas optam por consumir suplemento de colágeno.

A questão é que ingerir colágeno em pó como forma de obter seus benefícios é controverso, já que quando nos alimentamos de proteína (como é o caso do colágeno) ela é quebrada em aminoácidos que serão metabolizados, descaracterizando assim o colágeno propriamente dito.

Leia também: Skin renov preço

Por outro lado, há estudos que afirmam que o consumo de suplemento de colágeno apresenta benefícios como:

Aumento da massa muscular: um estudo de 2015 feito com homens idosos mostrou que uma combinação de suplementos de peptídeos de colágeno e treinamento de força aumentou mais a massa muscular e força do que um teste placebo.
Artrite: Outro estudo mostrou que pessoas com osteoartrite que consumiram suplemento de colágeno apresentaram um declínio significativo na dor durante um período de 70 dias, em comparação com aqueles que tomaram um suplemento placebo.
Elasticidade da pele: mulheres que ingeriram suplemento de colágeno mostraram melhorias na elasticidade da pele.
O colágeno de cremes, por outro lado, tem se mostrado ineficaz. Cientistas afirmam que o creme de colágeno não funciona, pois as moléculas das fórmulas são tão grandes que não podem penetrar na pele.

Colágeno faz mal?
Até o momento não se sabe se o consumo de suplemento de colágeno faz mal. Entretanto, ele pode causar efeitos colaterais, como sensações de peso, azia e reações alérgicas.

COLÁGENO HIDROLISADO: PARA QUE SERVE E QUAIS OS BENEFÍCIOS?

O processo de envelhecimento atinge o organismo de diversas maneiras. Podemos citar a diminuição da produção de colágeno, composto por proteínas estruturais do tecido conjuntivo. Dessa maneira, a suplementação com o colágeno hidrolisado seria uma forma de suprir a demanda do corpo por esses nutrientes, auxiliando a manutenção, firmeza e elasticidade da pele.

A perda de elasticidade, redução da espessura da epiderme e aumento do enrugamento são características do envelhecimento da pele. Desse modo, o processo de envelhecimento e a má alimentação relacionam-se afetando a quantidade de colágeno disponível para o corpo, a sua diminuição é considerada a principal característica de envelhecimento.

Entretanto, normalmente, essas mudanças só são perceptíveis com o passar de muito tempo e isso acontece por que as alterações ocorrem em camadas mais profundas. Quando nota-se os sinais, só a alimentação não é mais suficiente para suprir a demanda do corpo. Como resultado, tanto em energia, quanto macro e micronutrientes são afetados. E em especial para o colágeno, o organismo vai perdendo, gradualmente, a sua capacidade de síntese, tornando a suplementação uma alternativa para fornecer nutrientes para o corpo.

Neste post você saberá:

O que é o melhor colágeno hidrolisado?
Qual a relação do colágeno com a vitamina C?
Para que serve o colágeno hidrolisado?
Colágeno hidrolisado funciona?
Quais os benefícios do colágeno hidrolisado?
Como o colágeno hidrolisado fornece nutrientes para o corpo?
O que é colágeno e colágeno hidrolisado?
O colágeno é representado por uma família de proteínas estruturais encontradas nos tecidos conjuntivos. Correspondendo de 25% a 30% da massa total de proteínas do corpo. É o grupo mais abundante, de modo que os colágenos diferem-se em sua capacidade de organizar as fibras em redes. Diante dos numerosos tipos já identificados, os Tipos 1, 2 e 3 se encontram, sobretudo, em maiores proporções. Sua organização é disposta na forma de fibras garantindo a integridade estrutural da matriz extracelular. Essa disposição proporciona resistência e elasticidade à estrutura na qual ele está presente como pele, ossos, cartilagem, tendões, entre outros, e em diferentes graus.

Composto de origem animal, o colágeno é obtido a partir da pele de bovino, suíno ou de peixe e, após a extração, ele pode ser submetido à uma reação de hidrólise, produzindo assim o colágeno hidrolisado. Esse processo de extração gera peptídeos biologicamente ativos com baixo peso molecular e são considerados um suplemento alimentar seguro e biodisponível.

O colágeno hidrolisado livre no trato gastrointestinal é absorvido na forma de aminoácidos e peptídeos, que são distribuídos e acumulados em diferentes tecidos. Entretanto, deve-se ter atenção! Essa composição de peptídeos pode variar de acordo com o processo de fabricação bem como o material de partida. Nem todos os colágenos hidrolisados são iguais.

Foto: Internet

Relação entre o colágeno e a vitamina C
As proteínas do colágeno produzidas pelo organismo contém cadeias peptídicas compostas por aminoácidos, representados por: glicina, prolina, lisina, alanina, hidroxilisina e hidroxiprolina. Esses dois últimos aminoácidos são provenientes do processo de hidroxilação da lisina e prolina, respectivamente. Dependentes da vitamina C, ela irá impedir a auto inativação das enzimas lisil e a prolil hidroxilases que catalisam a hidroxilação, além de influenciar diretamente a síntese do colágeno.

Dessa maneira, para que a síntese do colágeno ocorra adequadamente é indispensável a presença de vitamina C e a ingestão adequada de proteínas que fornecerão os aminoácidos que constituem o colágeno.

Como o colágeno hidrolisado age no organismo
A ação do colágeno no organismo pode ser acompanhada com estudos, em especial na pele. Como o realizado por Zangue e colaboradores, no qual observaram que a ingestão de colágeno hidrolisado estimula a produção de colágeno endógeno. E isso reduz as alterações na matriz extracelular sugerindo o retardo do envelhecimento. O mesmo foi observado por Inoue e colaboradores. Eles demonstraram que o uso de colágeno hidrolisado com maior conteúdo de peptídeos específicos, como a hidroxiprolina, levou a uma melhora na condição da pele facial, incluindo umidade, elasticidade e diminuição das rugas.

Leia também: Skin renov bula

Além disso, uma pesquisa publicada no Jornal da USP obteve como resultado que “O uso do suplemento alimentar hidrolisado de colágeno melhora a firmeza e a elasticidade da parte mais profunda da pele, reduzindo a flacidez”. Este experimento foi conduzido por 90 dias de uso, no qual 60 mulheres voluntárias, com idades de 45 a 60 anos, receberam 10 g/dia de placebo ou o colágeno hidrolisado e foi observado uma melhora progressiva nas condições da pele. Um dos exames utilizados para o diagnóstico da pele foi o ultrassom, que captou na camada mais profunda da pele um aumento da firmeza e diminuição da flacidez. Em conclusão, o estudo observou que ações nutritivas com colágeno, internas e externas, melhoram a condição da pele.

Dado o exposto, o colágeno hidrolisado fornece ao organismo um alto nível de aminoácidos presentes na pele. Principalmente, glicina e prolina, que estão presentes no organismo estruturando o tecido conjuntivo. Além disso, a sua associação à vitaminas e outro minerais, potencializa os efeitos benéficos nutricionais, como é o caso do seu sinergismo com a ingestão de vitamina C.

Colágeno é conhecido como suplemento embelezador, mas será que funciona mesmo?

O colágeno é a proteína mais abundante no reino animal, incluindo o corpo humano. Devido à sua importância para a manutenção da saúde, há muitos cremes e suplementos de colágeno em pó que prometem fazer bem para a saúde. Mas será que esse tipo de colágeno faz bem mesmo? Para entender melhor esse tema, o que é colágeno, para que serve o colágeno, quais alimentos são ricos em colágeno, quais os benefícios do colágeno e como tomar colágeno, continue a leitura:

Para que serve o melhor colágeno hidrolisado
Existem mais de 16 tipos de colágeno, mas 80 a 90% do colágeno presente no corpo é composto pelos tipos I, II e III. O colágeno do tipo I está presente na pele, nos tendões, ossos, ligamentos, dentes e tecidos intersticiais. O colágeno do tipo II está presente na cartilagem e no humor vítreo (parte importante do olho). O colágeno do tipo III está presente na pele, nos músculos e nos vasos sanguíneos. Estes são apenas três dos 16 tipos de colágeno e por aí você já pode ter uma ideia de para que ele serve: nos manter vivos!

Em resumo, o colágeno está presente no corpo inteiro e é uma proteína essencial para a manutenção da vida. Entretanto, a maior fama do colágeno é em relação à beleza, uma vez que ele ajuda a manter a elasticidade da pele, fortalecimento de unhas e cabelos.

Como obter colágeno
Para obter colágeno não é necessário ingerir suplementos de colágeno em pó nem cremes à base de colágeno, pois ele se forma naturalmente no corpo por meio da alimentação adequada.

Alimentos que estimulam a produção de colágeno

Todo colágeno é produzido a partir da combinação de dois aminoácidos: a glicina e a prolina. Mas para essa produção acontecer o organismo também precisa de vitamina C. Então a chave da questão para produzir colágeno naturalmente é consumir alimentos ricos nessas substâncias.

Para obter a vitamina C, você pode consumir frutas cítricas como limão, laranja, kiwi, pimentão, morango, entre outras.

Para obter a prolina, é importante consumir alimentos como feijão, ervilha, cogumelos, alho, cebola roxa, beterraba, berinjela, cenoura, castanha-de-caju, castanha-do-pará, amêndoas, amendoim, nozes, repolho, avelã, entre outras.

A glicina é muito presente em alimentos como lentilha, grão de bico, amaranto, arroz integral, quinoa, couve, brócolis, soja, sementes de abóbora, algas marinhas, entre outros.

Alimentos que prejudicam a produção de colágeno

Para manter uma boa produção de colágeno, não basta consumir alimentos saudáveis. É preciso evitar o consumo de alimentos e outras substâncias nocivas à saúde do organismo como as drogas, incluindo excesso de medicamentos, álcool, cigarros, entre outras.

Dentre os alimentos que prejudicam a produção natural de colágeno estão, principalmente, o açúcar e os carboidratos refinados como arroz branco, bolos, tortas, pizza, carnes processadas e alimentos fast-food. Conheça alternativas naturais para substituir açúcar e adoçante.

O excesso de sol na pele também evita a produção de colágeno. Então é bom evitar tomar muito sol. Mas não se esqueça, um pouquinho é sempre bom (por causa da produção de vitamina D).

Alguns distúrbios autoimunes, como o lúpus, também podem danificar o colágeno.

Leia também: Skin renov funciona

Colágeno hidrolisado

O colágeno hidrolisado é um suplemento de colágeno encontrado em pó ou em cápsula. Ele é feito a partir de restos de ossos e cartilagem bovina.

Com um estilo de vida saudável, livre de cigarros, álcool em excesso e outras substâncias nocivas ao organismo, é possível produzir colágeno naturalmente. Entretanto, algumas pessoas optam por consumir suplemento de colágeno.

A questão é que ingerir colágeno em pó como forma de obter seus benefícios é controverso, já que quando nos alimentamos de proteína (como é o caso do colágeno) ela é quebrada em aminoácidos que serão metabolizados, descaracterizando assim o colágeno propriamente dito.

Por outro lado, há estudos que afirmam que o consumo de suplemento de colágeno apresenta benefícios como:

Aumento da massa muscular: um estudo de 2015 feito com homens idosos mostrou que uma combinação de suplementos de peptídeos de colágeno e treinamento de força aumentou mais a massa muscular e força do que um teste placebo.
Artrite: Outro estudo mostrou que pessoas com osteoartrite que consumiram suplemento de colágeno apresentaram um declínio significativo na dor durante um período de 70 dias, em comparação com aqueles que tomaram um suplemento placebo.
Elasticidade da pele: mulheres que ingeriram suplemento de colágeno mostraram melhorias na elasticidade da pele.
O colágeno de cremes, por outro lado, tem se mostrado ineficaz. Cientistas afirmam que o creme de colágeno não funciona, pois as moléculas das fórmulas são tão grandes que não podem penetrar na pele.

Colágeno faz mal?
Até o momento não se sabe se o consumo de suplemento de colágeno faz mal. Entretanto, ele pode causar efeitos colaterais, como sensações de peso, azia e reações alérgicas.