Tratamento de impotência em homens

Tratamento de impotência em homens

Muitos homens experimentam disfunção erétil periodicamente, especialmente quando atingem a idade de 60 anos. Mas se esse problema se tornou sistemático, você precisa consultar um médico. Essa doença costuma ser chamada de impotência, embora do ponto de vista da medicina essa definição não seja totalmente correta. Esta é uma disfunção dos órgãos genitais, que na maioria dos casos é tratável e permite que você leve uma vida sexual normal.

Causas e sintomas

A disfunção erétil é a incapacidade de atingir uma ereção permanente para uma relação sexual completa. Uma ereção pode enfraquecer durante a relação sexual, demorar muito mais do que o normal ou desaparecer periodicamente. Visto que, por causa disso, ambos os parceiros não podem receber satisfação sexual, o problema freqüentemente se desenvolve na forma de complexos psicológicos e condições estressantes.

Fisiologicamente, a doença se manifesta na ausência de enchimento de sangue nos corpos cavernosos do pênis durante a excitação sexual. Assim, o pênis não fica ereto. Esta patologia pode se desenvolver no contexto:

  • doenças inflamatórias do sistema geniturinário;
  • infecções;
  • patologias vasculares;
  • lesões;
  • perturbações hormonais;
  • doenças sistêmicas como diabetes mellitus;
  • fatores psicoemocionais.

Além disso, podem ocorrer problemas de ereção devido ao tabagismo, abuso de álcool, trabalho “sedentário”, tomar certos medicamentos e passar por cirurgias. Portanto, apenas um médico pode escolher um tratamento eficaz para a impotência.

Diagnóstico

Para diagnosticar a disfunção erétil, o médico geralmente precisa entrevistar e examinar o paciente. No entanto, o tratamento da impotência em homens requer um diagnóstico abrangente, que revelará a causa raiz da patologia. Um exame padrão inclui um teste de sangue (para detectar patologias cardiovasculares, diabetes mellitus, distúrbios hormonais), urina (para diagnosticar a inflamação), ultrassom Doppler (para determinar os parâmetros do fluxo sanguíneo), um teste vasoativo para excluir fatores psicoemocionais. Em alguns casos, a consulta com outros especialistas é necessária, incluindo um psicólogo e um endocrinologista.

Leia mais em: Erectaman

Novos tratamentos para impotência

Segundo as estatísticas, apenas 22% dos homens, confrontados com esta doença, procuram ajuda médica. A maioria tenta lidar com o problema por conta própria, tomando medicamentos duvidosos com eficácia não comprovada. Isso é agravado pela patologia e riscos significativos à saúde, incluindo saúde sexual.

O tratamento moderno da impotência masculina é complexo. É construído com base em dados diagnósticos e é determinado pela etiologia da doença. Os principais métodos de terapia:

  • tomar medicamentos especiais;
  • MLT;
  • terapia de ozônio;
  • UHT;
  • massagem a vácuo;
  • massagem da próstata.

A terapia por ondas de choque é um procedimento não invasivo que envolve a exposição da área patológica com ondas de baixa frequência. Estimula os processos de regeneração, elimina a inflamação e alivia a dor. Graças ao curso da terapia por ondas de choque, a circulação sanguínea é normalizada e as formações patológicas são destruídas pontualmente, sem afetar os tecidos saudáveis. Além disso, esse efeito promove a eliminação de toxinas, ativa a formação de novos vasos e torna as veias já existentes mais elásticas. O primeiro efeito positivo torna-se perceptível após 1-3 sessões. Uma vantagem importante desse procedimento é que ele combate não os sintomas, mas a causa da patologia, permitindo normalizar o fluxo sanguíneo para os corpos cavernosos durante a excitação sexual.

MLT é uma técnica baseada em dupla exposição: magnética e laser. Essa radiação proporciona uma profundidade de penetração significativa dos impulsos, aumentando a eficácia dos medicamentos. Com isso, a síndrome da dor é removida, processos metabólicos são ativados e a qualidade da ereção aumenta.

A ozonioterapia é um procedimento inofensivo que envolve a administração intravenosa de soro fisiológico, saturado com uma mistura de oxigênio e ozônio. O resultado é a destruição de patógenos, saturação de oxigênio do sangue, expansão da luz dos vasos sanguíneos, ativação de processos metabólicos. O curso da terapia com ozônio ajuda a aliviar a inflamação e eliminar a causa raiz da disfunção erétil.

A massagem da próstata visa normalizar o fluxo sanguíneo para esse órgão, saturando-o de oxigênio e nutrientes. Graças às manipulações especiais da massagem, as vias para o escoamento da secreção da próstata são liberadas, a congestão desaparece e os processos de inflamação são suprimidos.

Medidas preventivas

Para que o resultado da terapia seja de longo prazo, você deve seguir as recomendações do médico em relação ao estilo de vida:

  • pare de fumar, drogas, álcool;
  • normalizar peso;
  • visite um urologista regularmente (pelo menos uma vez por ano);
  • ter relações sexuais com um parceiro regular;
  • evite o estresse;
  • resolver problemas de saúde em tempo hábil.